Rumo ao interior do Acre (versão em Português)

por Eduardo Penteado

O nosso tempo em Rio Branco estava por terminar. Passamos momentos bastante agradáveis na capital do Acre, mas era preciso seguir em frente. A nossa jornada nos levaria ao interior do Estado, e a primeira cidade a visitarmos foi Sena Madureira.

Moving from Rio Branco to Sena Madureira - Credits: Mayte Vasquez /GalileoMobile

Moving from Rio Branco to Sena Madureira – Credits: Mayte Vasquez /GalileoMobile

O calor já era forte quando, por volta das 6h da manhã, começamos a arrumar as nossas bagagens. Eram tantas que não sabíamos se caberiam tudas na van que nos levaria a Sena Madureira. O alojamento em Rio Branco ficou bastante movimentado com as nossas malas espalhadas pela sala e nós todos correndo de um lado a outro acertando os últimos detalhes antes de pegar a estrada. Lembro da fisionomia curiosa do Sr. Francisco ao nos ver preparando tudo para a partida. A van chegou e imediatamente começamos a carregá-la. Felizmente conseguimos colocar toda a nossa bagagem, e ainda sobrou espaço para nós, inclusive! Assim, nos despedimos do Sr. Francisco e de Rio Branco e seguimos viagem.

Sena, como costuma ser chamada pelos seus habitantes, é uma cidade pequena localizada mais ao norte do Estado, já quase na divisa com o vizinho Amazonas. Ao chegarmos, fomos visitar as instalacões do IF-AC, onde nossos colaboradores desenvolvem atividades de ensino. Após uma visita rápida, fomos ao local onde nos acomodamos. Era um alojamento da igreja da cidade. Um local bastante amplo, com quartos grandes cheios de beliches e colchões e muito bem arborizado, o que ajudava a amenizar o calor intenso. Ficava na rua onde existe o único semáforo da cidade, o que se tornou o nosso ponto de referência, além, é claro, a bonita igreja que abrigava o alojamento.

O dia já começava agitado. Íamos logo cedo para a feira local tomar café da manhã, onde frutas e sucos, além de diversas variedades de tapioca,eram encontradas facilmente, fazendo com que o nosso dia começasse bem feliz. Num dia qualquer até compramos uma melancia inteira para a equipe. Claro, tivemos que carregá-la conosco pois não conseguimos comer toda ela de imediato.

This slideshow requires JavaScript.

Trabalhamos com alunos do ensino médio das escolas do município. As atividades, realizadas na Escola Estadual de Ensino Médio Dom Julio Matiolli, foram intensas. O auditório estava sempre cheio de alunos e professores, onde palestras e atividades diversas foram realizadas. Estavam todos muito interessados nas atividades, o que nos deixava sempre contentes. Falamos sobre galáxias, planetas, estrelas, cometas, telescópios! No último dia realizamos uma atividade ao ar livre, quando tentamos simular os movimentos de uma galáxia espiral e cada um de nós representaria uma estrela. Nós do GalileoMobile e os alunos formávamos os braços da galáxia, enquanto que o centro galáctico, parte que mantinha todos unidos, era composto pelos professores. Não sei se o resultado final ficou bem parecido com uma galáxia, mas que foi divertido, ah, isso foi. Ao final da atividade, muitas fotos e descontração entre todos deixou o ambiente ainda mais alegre e a sensação de que tínhamos conseguido inspirar, e ser inspirados, através da astronomia.

This slideshow requires JavaScript.

As atividades em Sena foram um sucesso. Mas, novamente, era preciso seguir a jornada, e a estrada já nos aguardava.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s